Rede Ouvir reúne experiências e aponta caminhos em sua primeira live


Na tarde da última sexta-feira (24), a Rede de Ouvidorias do Piauí (Rede Ouvir) realizou sua primeira transmissão ao vivo através de seu perfil no Instagram. No evento, mediado pelo ouvidor da Associação Piauiense de Municípios (APPM) Sérgio Gallas, contou com a participação de diversos membros da rede, que explicaram sobre suas origens e funcionalidades.

O juiz do Tribunal Regional Eleitoral (TRE-PI) e Presidente da Rede Ouvir Antônio Soares foi o primeiro a participar da live, comentando sobre a importância e a real finalidade dos órgãos que compõem o serviço público. “O serviço público tem um destinatário, ele não existe para si mesmo. Aliás o próprio estado não existe para si próprio, ele é resultado das necessidades do cidadão que abriu mão de certos direitos para ter direitos outros, garantias para o seu bem estar social, para ter sua vida social garantida”, explicou.

Em seguida ele apresentou as características e funções das ouvidorias públicas, como mecanismos a serviço da população. “As ouvidorias são uma grande engenharia da administração pública, pois elas visam auxiliar o administrador, detectar os gargalos e ineficiências – até porque o cidadão tem direito a um serviço público eficiente e de qualidade”, afirmou.

A transmissão seguiu com a presença do Desembargador e ouvidor do Tribunal de Justiça do Estado do Piauí (TJ-PI) José Oliveira, que falou das diferenças no atendimento e na execução de tarefas do serviço público em períodos passados, e também como isso vem mudando com o passar dos tempos.

“A pessoa simples [antigamente] já chegava na frente do burocrata, ou do servidor público, preocupada se seria bem atendida, se teria de voltar amanhã, se realmente o documento estava em andamento corretamente… Todos aqueles empecilhos que nossos pais conheceram. […] Hoje é que realmente estamos podendo efetivar esses direitos da cidadania no atendimento das demandas com justiça e com resultados”, apontou.

Por fim, a Ouvidora Geral do Estado e também Vice-Presidente da Rede Ouvir Soraya Castelo Branco contou sobre a experiência de seu órgão com o atendimento a demandas da população, e como a rede agiliza o atendimento ao cidadão nas suas demandas.
“Pela nossa denominação o cidadão, na sua vulnerabilidade técnica, acaba achando que tudo é a Ouvidoria Geral do Estado quem vai resolver. Por isso a rede é tão importante, pois nós somos quem mais recebemos as manifestações capilares, que seriam das outras ouvidorias. […] Nós existimos em prol do cidadão, para ajudar e auxiliar, para que ele não fique nessa atividade de ping-pong, sem saber para qual órgão ir”, pontuou.

A live completa está disponível no perfil do instagram da Rede Ouvir (@redeouvirpiaui) e também pode ser acessada através deste link: https://www.instagram.com/tv/CDCSSQYJDvO/?utm_source=ig_web_copy_link.