TCE/PI e redes municipais de ensino premiadas discutem estratégias para a educação

 

Conselheiro substituto Jackson Veras mediou o evento; diretor do IEDE, Ernesto Martins Faria, falou sobre o projeto

Na manhã desta segunda-feira (14), o Tribunal de Contas dos Estado do Piauí (TCE/PI), por meio da Escola de Gestão e Controle Conselheiro Alcides Nunes (EGC) realizou a sua quarta transmissão pelo YouTube. Desta vez, o tema foi o projeto “Educação que faz a diferença”, desenvolvido pelo instituto Rui Barbosa (IRB) em parceria com a Interdisciplinaridade e Evidências no Debate Educacional (IEDE).

A atividade, realizada através do programa “Piauí na Ponta do Lápis”, contou com a mediação do conselheiro substituto Jackson Nobre Veras e teve início com uma apresentação realizada pelo diretor e fundador do IEDE, Ernesto Martins Faria, que comentou sobre as razões para o desenvolvimento do projeto.

“Se a gente pensa os prêmios, nas ações em educação, muitos deles são direcionados para reconhecer 10 redes, 10 escolas, 10 educadores… e a ideia desse projeto era fazer esse reconhecimento em escala, pois tem muita gente tentando fazer a diferença em educação”, afirmou.

Em seguida, a secretária municipal de educação do município de Oeiras/PI, Tiana Tapety, falou sobre as dificuldades encontradas para desenvolver um projeto de ensino e de gestão para a educação de sua cidade. A rede municipal de educação de Oeiras foi a única do Piauí reconhecida na categoria “Selo Bom Percurso”.

“É muito difícil, para nós que fazemos gestão, lidar tanto com a questão administrativa, quanto com a questão pedagógica, e uma está atrelada a outra. Eu não posso pensar em projetos pedagógicos que impactem diretamente no ensino e aprendizagem se a gente não pensar em uma boa gestão”, explicou.

Por fim, a secretária municipal de educação do município de Castelo do Piauí/PI, Idala Soares, apontou que umas das ferramentas essenciais para o reconhecimento do município com o “Selo Destaque Estadual”.

 

“Para garantir nossos resultados, nosso maior investimento foi no monitoramento dos dados de frequência dos alunos, dos professores, de quantidade de livros lidos e de desempenho, através do sistema Panorama, do Instituto Ayrton Senna”, apontou.

A atividade completa, com todas as informações, estatísticas e debates, está disponível em nosso canal no youtube.